ATENÇÃO: Contém spoilers!

Black Mirror é uma série de antologia que nos apresenta realidades alternativas em cada episódio, com suas histórias a respeito de como a tecnologia influencia a vida em sociedade. Abaixo, selecionamos 9 episódios que mostram que estamos caminhando para o que é mostrado:

9. O Hino Nacional

Este episódio é infame por seu final chocante, no qual o primeiro-ministro britânico, para salvar a princesa de um sequestrador, é obrigado a cometer atos obscenos com um porco em uma transmissão ao vivo. O enredo em si aborda o perigo da influência das redes sociais na vida das pessoas. E isso não é muito diferente das circunstâncias que vivemos hoje.

8. Toda a Sua História

Liam podia até estar certo quanto às suas suspeitas de traição de sua esposa no final do episódio, mas ainda podemos ver o quão destrutiva foi sua obsessão na luta para descobrir a verdade, como se realmente o levasse à autodestruição. E, nesse caso, a tecnologia só atrapalha, em vez de ajudar.

7. Queda Livre

Assim como Lacie fez ao tirar a foto de seu ursinho para impressionar um amigo no episódio, nós também fazemos coisas para chamar a atenção de alguém. Em uma tentativa de parecermos diferentes ou mais felizes do que realmente somos, manipulamos registros para simplificar momentos inesquecíveis, mas que acabam não tendo a verdadeira emoção.

6. Volto Já

O episódio gira em torno de Martha, que através de um chatbot com uma Inteligência Artificial consegue conversar com seu falecido namorado, a fim de superar a dor de sua perda. Podemos entender o quão tentador seria usar essa tecnologia para sentir a presença de um ente querido mais uma vez, mesmo que talvez discordemos dessa ideia.

5. Natal Branco

No episódio, a esposa de Matt, ao descobrir o que ele tem feito, acaba o bloqueando de sua vida através do Z-Eye, se transformando em um borrão de pixels, que não pode ser visto ou ouvido. Apesar de parecer surreal, nós já vivemos essa realidade nas redes sociais, onde bloquear alguém vem se tornando algo cada vez mais comum.

4. Arkangel

Na cena final, sabemos que, apesar de tudo, Marie só quis proteger sua filha como qualquer mãe faria. Mas, ao mesmo tempo, podemos compreender a raiva de Sara, afinal sua mãe acabou indo longe demais e invadiu a sua privacidade em quase todos os sentidos. E isso é um aviso de como a tecnologia pode levar um relacionamento saudável a ruínas se não tivermos cuidado.

3. 15 Milhões de Mérito

Já imaginou como seria viver em uma sociedade em que programas de televisão e sua publicidade imperam, manipulando as pessoas da forma que bem entenderem? No final do episódio, vemos Bing em seu teste no show de talentos, colocando para fora toda sua raiva pelo mundo escravo à sua volta. Mas essa não é apenas a dele: seria a nossa também, já que vivemos em um mundo parecido.

2. Urso Branco

Como retratado no episódio, estamos familiarizados em ver pessoas gravando coisas terríveis em vez de tentar ajudar. O efeito de espectador é um fenômeno que aparentemente sempre existiu, mas foi piorando com a tecnologia. E há tantos exemplos disso acontecendo hoje em dia que parece não haver muita esperança de isso mudar.

1. Manda Quem Pode

As pessoas estão cada vez mais paranoicas na Era da Informação, e com bom motivo. Grande parte de nossas vidas está na nuvem, e há criminosos com habilidades técnicas e conhecimento para nos manipular com essas informações. Nós não somos pessoas perfeitas, e há momentos dos quais nos envergonhamos. Esse episódio leva essa noção ao extremo com Kenny, mostrando por que a segurança cibernética é tão importante.

Este texto foi escrito por Fernando Fabretti via n-Experts.