A temporada de premiações está chegando ao fim, restando apenas o Spirit Awards, que premia os filmes independentes, e o Oscar. É hora de fazer um balanço sobre o sucesso dos títulos com o público, visto que a maioria dos indicados são de baixo orçamento e geralmente têm pouco alcance, e as premiações costumam aumentar a renda dos longas.

A bilheteria não influencia na escolha de melhor filme, mas é interessante ver que os indicados deste ano tiveram um desempenho melhor que os do ano passado. Entre os nove longas indicados no último ano, a melhor bilheteria foi de Estrelas Além do Tempo, com US$ 169 milhões arrecadados nos EUA. Neste ano, dois filmes já ultrapassaram esse número: Corra! arrecadou US$ 176 milhões e Dunkirk, US$ 188 milhões.

Outro ponto interessante dessa análise está relacionado aos filmes considerados “indies”, ou que têm um baixo orçamento — Corra! é um desses exemplos. O longa teve um orçamento de US$ 4,5 milhões para render quase US$ 180 milhões só no mercado interno; sendo assim, é o filme mais rentável entre os indicados. Mas os outros filmes não fizeram feio — com exceção de The Post, que rendeu pouco mais do que custou, mas não gerou prejuízo, e Trama Fantasma, que ainda não recuperou os US$ 35 milhões investidos na produção.

Abaixo ranqueamos os 9 filmes de acordo com sua bilheteria nos EUA e comparamos com seu orçamento (valores em dólares):

1. Dunkirk

  • Arrecadação: 188 milhões
  • Orçamento: 100 milhões

2. Corra!

  • Arrecadação: 176 milhões
  • Orçamento: 4,5 milhões

3. The Post

  • Arrecadação: 72,8 milhões
  • Orçamento: 50 milhões

4. O Destino de Uma Nação

  • Arrecadação: 51,5 milhões
  • Orçamento: 30 milhões

5. A Forma da Água

  • Arrecadação: 49,8 milhões
  • Orçamento: 19,5 milhões

6. Três Anúncios Para um Crime

  • Arrecadação: 45,3 milhões
  • Orçamento: 12 milhões

7. Lady Bird

  • Arrecadação: 45,2 milhões
  • Orçamento: 10 milhões

8. Trama Fantasma

  • Arrecadação: 16,4 milhões
  • Orçamento: 35 milhões

9. Me Chame Pelo Seu Nome

  • Arrecadação: 13,9 milhões
  • Orçamento: 3,5 milhões

Este texto foi escrito por Pedro Henrique via n-Experts.