Não bastassem as coisas estranhas que ele mesmo faz, Nicolas Cage ainda parece ser um ímã para acontecimentos fora do comum.

Aparecer sem avisar num festival anual realizado em sua homenagem, engolir uma barata durante a gravação de um filme, gastar quantidades absurdas de dinheiro com coisas sem sentido... O ator faz parecer fichinha a vida daquele seu amigo que sempre tem uma história inacreditável para contar.

Confira alguns dos episódios mais estranhos da vida do sobrinho de Francis Ford Coppola!

1. Uma noite no castelo

Não é só nos filmes que Nicolas Cage é corajoso. Na vida real, ele fez questão de passar uma noite em nada mais, nada menos do que o Bran Castle, o castelo do Drácula, na Transilvânia.

Na Romênia para as gravações de Motoqueiro Fantasma: Espírito de Vingança, o ator apareceu cansado no set no dia seguinte, contando que havia tentado dormir no castelo, mas tinha sido muito assustador. Quem revelou a história foi Idris Elba, que também atuou com ele na película.

Aliás, medo não é o forte da pessoa em questão. Em 2007, motivado a escrever um livro de terror sobrenatural, Cage comprou uma mansão famosa conhecida como mal-assombrada. Ele acabou tendo que se livrar da propriedade, e o livro nao saiu.

2. Omnia Ab Uno

Fazer A Lenda do Tesouro Perdido deve realmente ter afetado os desejos de Nicolas Cage sobre mistérios, tumbas e coisas místicas.

Há uma lenda urbana que o artista nunca confirmou, mas que todo mundo acredita ser verdade, sobre o fato de ele ser o dono da tumba em forma de pirâmide que foi construída no Cemitério de Saint Louis, em Nova Orleans. "Tudo de um" seria a tradução da inscrição feita na lápide gigante, que diz "Omnia Ab Uno".

3. Contrabando jurássico

Você está lá, de boa, navegando na internet e comprando umas coisinhas baratezas em um site chinês quando, de repente, se pergunta: por que não comprar um esqueleto de dinossauro? Quando você é o Nicolas Cage, as definições de "comprar umas coisinhas" são outras!

Em 2007, ele participou de um leilão e arrematou pela bagatela de 276 mil dólares as ossadas de um tiranossauro, sem saber que esse mesmo esqueleto tinha sido roubado de um museu na Mongólia. É claro que, quando soube disso depois de uma ligaçãozinha da Segurança Nacional norte-americana, o cidadão devolveu a compra.

4. Roubo de HQs

Quem conhece um pouco a história do ator sabe que Nicolas Cage é superfã de histórias em quadrinhos. Em janeiro do ano 2000, sua coleção sofreu um desfalque, quando foram roubados de sua casa vários títulos raros.

Entre os volumes afanados estava uma cópia da edição número 1 da Action Comics lançada em 1939 — uma HQ raríssima e que se considera ser a edição que lançou o gênero de super-heróis.

O mais bizarro é que o dono conseguiu reaver seu produto, mas não até 2011, quando o volume foi encontrado durante uma investigação policial.

5. Dorgas, mano

Se Nicolas Cage já é meio fora da casinha sóbrio, imagine quando sob efeito de substâncias alucinógenas? Acontece em ele tinha um estoque de cogumelos em casa e, certo dia, ficou doidão junto com seu gato Lewis. Isso mesmo!

Seu bichano volta e meia fuçava nos cogumelos. "Eu lembro de estar deitado na minha cama por horas, e Lewis estava na mesa do outro lado do quarto um bom tempo também, um olhando para o outro sem se mexer. Mas ele me olhava, e eu não tinha dúvidas de que ele era meu irmão", disse (provavelmente ainda alucinado) durante uma participação no Late Show de David Letterman, em 2010.

6. Barrinhas lendárias

Estampar campanhas publicitárias com imagens não autorizadas de figuras famosas é bastante comum no Brasil, então isso não nos surpreende, não é mesmo? Mas a galera do Japão foi mais longe e lançou uma linha de barrinhas de lanche à base de milho chamada Deluxe Umaibou Nicolastick.

É engraçado porque isso não foi feito por uma marca qualquer. Foi a FilmNation, a distribuidora oficial do filme Eu, Deus e Bin Laden, que queria divulgar o longa-metragem e usou o rosto do ator para estampar as embalagens.

7. Um intruso peladão

Acordar no meio da noite e dar de cara com uma pessoa completamente estranha, sem roupa, parada no lado da sua cama comendo um picolé.

É isso mesmo que você leu! Esse cenário de filme de terror se passou com Cage na casa dele em Orange County. "Eu abri meus olhos, e lá estava um homem nu usando minha jaqueta de couro e comendo um Fudgsicle [uma marca norte-americana de picolés] na frente da minha cama", disse o ator durante a divulgação do filme Reféns, que estrelou com Nicole Kidman.

Seria alguém tentando aplicar o golpe do Naked Man, como em How I Met Your Mother? Nunca saberemos! Cage diz que conversou com o estranho por um tempo e chamou a polícia, mas tudo terminou bem.

Este texto foi escrito por Lu Belin via n-Experts.