Nem sempre os filmes de maior bilheteria representam os títulos de maior lucro para os estúdios de Hollywood.

Orçamentos exorbitantes de blockbusters e gastos com distribuição e marketing muitas vezes pesam na conta dos maiores lançamentos do cinema americano.

Por isso, não é de se estranhar que na lista dos filmes de maior renda líquida de 2017 encontramos longas de menor orçamento, mas que acabaram se tornando fenômenos de bilheteria e gerando lucros gordos para seus estúdios.

Assim como no ano anterior (veja aqui a lista de 2016), o site Deadline trouxe um estudo sobre os rendimentos reais das produções, descontados orçamentos e custos extras.

Confira o resultado desse levantamento de dados e quais foram os 10 filmes de Hollywood de maior renda líquida em 2017:

10. Corra!

Corra! rendeu US$ 124,8 milhões ao estúdio Universal.

Orçamento: US$ 4,5 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 119,6 milhões
Custos totais: US$ 124,1 milhões

Bilheteria nos EUA: US$ 176 milhões
Bilheteria mundial: US$ 255 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 248,9 milhões*
(* este valor soma a arrecadação nas bilheterias com acordos de revenda e desconta os gastos com aluguel de salas exibidoras)

Lucro líquido: US$ 124,8 milhões


9. Guardiões da Galáxia Vol. 2

Marvel teve um lucro líquido de US$ 154,7 milhões com Guardiões da Galáxia Vol. 2.

Orçamento: US$ 200 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 315 milhões
Custos totais: US$ 515 milhões

Bilheteria nos EUA: US$ 389,8 milhões
Bilheteria mundial: US$ 863,8 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 669,7 milhões

Lucro líquido: US$ 154,7 milhões


8. Thor: Ragnarok

Thor: Ragnarok gerou US$ 174,2 milhões aos cofres da Marvel/Disney.

Orçamento: US$ 180 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 289,9 milhões
Custos totais: US$ 469,9 milhões

Bilheteria nos EUA: US$ 315 milhões
Bilheteria mundial: US$ 854,3 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 644,1 milhões

Lucro líquido: US$ 174,2 milhões


7. Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Sony teve um lucro de US$ 200,1 milhões com Homem-Aranha: De Volta ao Lar.

Orçamento: US$ 175 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 289,1 milhões
Custos totais: US$ 464,1 milhões

Bilheteria nos EUA: US$ 334,2 milhões
Bilheteria mundial: US$ 880,1 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 664,2 milhões

Lucro líquido: US$ 200,1 milhões


6. Mulher-Maravilha

Mulher-Maravilha produziu um lucro líquido de US$ 252,9 milhões para a Warner.

Orçamento: US$ 149 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 257,2 milhões
Custos totais: US$ 406,2 milhões

Bilheteria nos EUA: US$ 412,5 milhões
Bilheteria mundial: US$ 821,8 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 659,1 milhões

Lucro líquido: US$ 252,9 milhões


5. It: A Coisa

It: A Coisa gerou US$ 293,7 milhões para a Warner Bros.

Orçamento: US$ 35 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 267,8 milhões
Custos totais: US$ 302,8 milhões

Bilheteria nos EUA: US$ 327,4 milhões
Bilheteria mundial: US$ 700,3 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 596,5 milhões

Lucro líquido: US$ 293,7 milhões


4. Jumanji: Bem-vindo à Selva

Jumanji: Bem-vindo à Selva se tornou o maior sucesso da história da Sony, com US$ 305,7 milhões em lucro.

Orçamento: US$ 90 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 333,9 milhões
Custos totais: US$ 423,9 milhões

Bilheteria nos EUA: US$ 403,7 milhões
Bilheteria mundial: US$ 950,8 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 729,6 milhões

Lucro líquido: US$ 305,7 milhões


3. Meu Malvado Favorito 3

Universal teve uma renda final de US$ 366,2 milhões com Meu Malvado Favorito 3.

Orçamento: US$ 80 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 258,4 milhões
Custos totais: US$ 338,4 milhões

Bilheteria nos EUA: US$ 264,6 milhões
Bilheteria mundial: US$ 1.037,7 bilhão
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 704,6 milhões

Lucro líquido: US$ 366,2 milhões


2. A Bela e A Fera

A Bela e A Fera produziu uma renda líquida de US$ 414,7 milhões para a Disney.

Orçamento: US$ 160 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 337,8 milhões
Custos totais: US$ 497,8 milhões

Bilheteria nos EUA: US$ 504 milhões
Bilheteria mundial: US$ 1.263,5 bilhão
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 912,5 milhões

Lucro líquido: US$ 414,7 milhões


1. Star Wars: Os Últimos Jedi

Star Wars: Os Últimos Jedi gerou um lucro de US$ 417,5 milhões para a Disney e a Lucasfilm.

Orçamento: US$ 200 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 378,3 milhões
Custos totais: US$ 578,3 milhões

Bilheteria nos EUA: US$ 620 milhões
Bilheteria mundial: US$ 1.332,5 bilhão
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 995,8 milhões

Lucro líquido: US$ 417,5 milhões

O site Minha Série está agora também no Instagram! Siga nosso perfil e convide seus amigos para conhecer os conteúdos exclusivos, com destaques, curiosidades e outras brincadeiras sobre o mundo das séries.