Depois um episódio teste bem-sucedido dentro de Supernatural, o spin-off Wayward Sisters parecia quase certo para a próxima temporada de estreias da CW. No entanto, o produtor executivo de Supernatural, Andrew Dabb, revelou na sexta-feira que a CW decidiu não dar continuidade com a nova série.

"Parte meu coração dizer isso, mas a CW escolheu passar Wayward Sisters. Nós amamos essas personagens e passamos quase dois anos tentando fazer desse show uma realidade no canal, mas há algumas lutas que você não pode vencer ", ele twittou. "Quero agradecer a todos os envolvidos em todo este processo, a nossa equipe fantástica, ao nosso incrível elenco e, acima de tudo, a vocês. Sua paixão por essa ideia nos alimentou e queríamos muito que isso acontecesse para vocês. Eu me desculpe por não podermos.”

Jody Mills (Kim Rhodes), Dean Winchester (Jensen Ackles) e Claire Novak (Kathryn Love Newton) no episódio Wayward Sisters de Supernatural

Dabb também apontou que, embora o spin-off não tenha sido aceito, esse não é o fim da estrada para Jody Mills (Kim Rhodes) e o resto das Wayward Sisters. "Saiba que esses personagens vão continuar vivas. Nós devemos a elas, a vocês e a nós", acrescentou.

Situada em Sioux Falls, Dakota do Sul, a série seria centrada em torno de Mills (Kim Rhodes) quando ela se une a Donna Hanscum (Briana Buckmaster) para treinar um grupo de jovens mulheres que ficaram órfãs por conta de forças sobrenaturais. A poderosa equipe, composta de rostos familiares como Claire (Kathryn Love Newton), a filha da “casca” humana de Castiel (Misha Collins), e Patience Turner (Clark Backo), a neta psíquica da Missouri Moseley (Loretta Devine), enfrentaria as forças obscuras que espreitam a cidade.

O Minha Série está com uma novidade: a newsletter Intervalo! Semanalmente, a news entrega conteúdos exclusivos em um formato divertido e informal, que te deixará por dentro dos assuntos mais quentes do mundo do entretenimento. Assine aqui!