A primeira temporada de Killing Eve chega ao fim com um novo confronto entre Eve e a assassina Villanelle em meio a cenas de suspense, mortes e também muito humor.

A série, roteirizada por Phoebe Waller-Bridge com base nos livros de Luke Jennings, revisitou e reinventou o gênero de espionagem com uma trama viciante, diálogos inteligentes e grandes interpretações, especialmente da dupla Sandra Oh e Jodie Comer.

O final de temporada, exibido neste domingo (27) pelo canal BBC America nos Estados Unidos, trouxe o que há de melhor no programa, fechando de maneira excepcional este primeiro ano da série (a segunda temporada já está garantida!).

No último episódio da temporada [SPOILERS]

Após Villanelle ter sequestrado a filha de Konstantin no penúltimo episódio, a season finale coloca Eve, Carolyn, Kenny e o pai da garota unindo forças (apesar de muita desconfiança) para capturar a assassina.

Eve encontra Konstantin no quarto de hotel de Carolyn, levantando novas suspeitas sobre o relacionamento entre eles (ainda mais com o estado em que o quarto se encontra!). Com as recentes descobertas sobre Villanelle na prisão russa, Eve sabe que não pode acreditar nas palavras de Carolyn e Konstantin, mas também não pode negar a verdade de um pai que deseja salvar sua filha (mesmo que ela seja “super irritante”).

Villanelle e a garota Irina, por sua vez, estão em fuga e criam uma divertidíssima relação através de provocações mútuas e pequenas brigas – possivelmente porque no fundo elas são muito parecidas.

Nessa tentativa de fugir do país, a assassina corre para o apartamento de Anna, onde havia escondido um passaporte falso e um pouco de dinheiro em um casaco dado de presente à sua vítima/amante. Villanelle usa Irina para entrar na residência, mas acaba sendo flagrada por Anna. As duas têm um momento de confronto e lembram o “melhor sexo que tiveram”, mas Anna decide tirar sua vida diante da ameaça de Villanelle.

Eve e Konstantin também desenvolvem uma estranha relação enquanto trocam risadas e suspeitas sobre Villanelle e o grupo dos 12. Depois de tomar várias doses de whiskey, Konstantin precisa fazer uma parada, dando a oportunidade para Eve pegar a arma e mantê-lo na mira ainda de zíper aberto!

Nesse exato momento, Villanelle entra em contato e marca um encontro em um café para trocar a garota Irina pelo passaporte falso (em posse de Eve). Quando Konstantin e Eve chegam ao local, Villanella coloca o revólver na cabeça de Irina, obrigando Eve a entregar o documento (com a ajuda de um cliente do café para alcançar o pacote que ficou no meio do caminho).

Apesar disso, a psicopata revela que precisa terminar seu serviço e atira contra Konstantin, atingindo seu peito. Com Villanelle fugindo novamente e Konstantin morto, Eve parece não ter mais opção a não ser voltar para casa (depois de perder mais uma vez seu emprego). Porém, a agente recebe uma nova pista que a leva ao apartamento da assassina em Paris.

Lá, Eve conversa com uma vizinha (que deveria repassar informações para o grupo dos 12) e consegue entrar no apartamento de Villanelle. Ao investigar a residência, Eve tem um ataque de fúria ao perceber o estilo de vida da assassina e começa a destruir tudo.

Na sequência final da temporada, Villanelle chega ao apartamento e tem um novo confronto com Eve. As duas conversam sobre a obsessão que sentem uma pela outra e acabam deitando juntas, lado a lado, na cama. “Eu nunca fiz algo assim antes na vida”, diz Eve para Villanelle sugerindo uma atração pela assassina. Porém, em seguida, Eve acerta a psicopata com uma faca no abdômen.

Villanelle fala para Eve não retirar a lâmina de seu corpo, mas ela não obedece, lançando sangue por toda a cama. A agente corre para tentar estancar a ferida, enquanto a assassina pega a arma e começa a atirar contra Eve. Mesmo ferida, Villanelle consegue fugir do apartamento, deixando Eve atônita para trás. “Para onde ela foi?”.

A temporada termina deixando no ar essa relação de sedução e obsessão entre Eve e Villanelle, além dos mistérios sobre a organização dos 12 e o envolvimento de Carolyn para serem respondidos na segunda temporada!

E você, o que achou desta 1ª temporada de Killing Eve? Comente abaixo.