Alerta! Este texto contém SPOILERS do episódio 3x23, a season finale de Supergirl.

O episódio final da 3ª temporada de Supergirl já nos introduziu a quem deve ser a grande vilã do próximo ano da série: a própria Supergirl, ou melhor a versão maligna de Kara Zor-El.

Durante sua luta final com Reign, Kara (Melissa Benoist) utiliza a Pedra de Yuda Kal para transportar as duas e Sam para uma espécie de subconsciente, o processo, no entanto, parece ter separado uma parte da heroína de si (para saber mais detalhes do final da 3ª temporada de Supergirl, confira o nosso review aqui).

Então veio a cena final do episódio, que introduziu uma outra Kara - nascida da aura que deixou o corpo da Supergirl durante a batalha com Reign (Odette Annable) no reino sombrio - na Sibéria.

"Para os fãs dos quadrinhos, acho que eles podem reconhecer que a história que queremos contar é inspirada no icônico Red Son da DC Comics, que contou uma história de origem alternativa para o Superman", disse o produtor Robert Rovner ao TVLine, ao qual a colega Jessica Queller acrescentou: “O que acontece se - quando bebê - o Super-Homem pousasse na Rússia e se tornasse um herói lá em vez de na América. É uma homenagem a isso. ”

Faz sentido, já que são soldados russos que encontram a Supergirl sombria no meio da neve. Além de Red Son, e mais similar ao que vimos na série da CW, os quadrinhos apresentaram uma versão sombria da Supergirl na edição Supergirl #3, de 2005, quando a garota de aço foi submetida a um raio de Kryptonita Negra.

A Supergirl sombria, apresentada no último episódio da 3ª temporada

Em vez de corromper a Supergirl, a pedra criou uma sósia dela baseada no subconsciente da original. Esta versão maligna da heroína que usava um traje preto e herdou memórias distorcidas, levando-a a acreditar que seu pai a havia enviado para a Terra para matar o Superman. Com uma pequena ajuda do Laço da Verdade da Mulher-Maravilha, Kara foi capaz de reabsorver seu gêmeo maligno. O Dr. Destino acreditava que a Supergirl Sombria era uma manifestação da culpa de sobrevivente de Kara e de seu stress pós-traumático.

Como exatamente essa Supergirl do mal será introduzida, só saberemos quando a série retornar na Fall Season 2018 da CW, no outono americano.