Um gênero do cinema que é bastante controverso é o terror: você ama ou odeia. Mas mesmo dentre os fãs de filmes assustadores, a opinião varia bastante e as avaliações, mais ainda. Principalmente quando se trata da avaliação dos críticos comparada à de espectadores comuns.

Afinal, para montar uma crítica com fundamento, esses profissionais analisam roteiro, fotografia, atuação e alguns outros detalhes bastante técnicos. E às vezes tudo o que a audiência quer é ficar com o coração pulando no sofá, sem maiores preocupações.

Pensando nisso, trouxemos uma lista de 11 filmes que os críticos amaram, mas o público detestou. As notas são de acordo com o site Rotten Tomatoes, que tem avaliações principalmente estadunidenses, mas não apenas.

1. A Bruxa (2016)

11 filmes de terror aclamados pela crítica, mas detestados pelo público

  • Avaliação dos Críticos: 9,1/10
  • Avaliação do Público: 5,7/10

Dirigido por Robert Eggers, o filme fez com que sua protagonista, a estranhamente adorável Anya Taylor-Joy, se tornasse uma das queridinhas do gênero. Em A Bruxa, vemos uma vila do século XVII pelos olhos da jovem Thomasin, acusada por sua família (extremamente religiosa) de causar o desaparecimento de seu irmão.

O filme foi aclamado em sua estreia no Festival de Sundance, o que acarretou duas consequências: uma boa e uma ruim. A boa foi que houve um furor — antes mesmo de ele chegar aos cinemas, todo mundo queria assistir. Já a ruim foi que as expectativas do público estavam lá em cima, e isso fez muita gente sair desapontada.

2. Somos o que Somos (2013)

11 filmes de terror aclamados pela crítica, mas detestados pelo público

  • Avaliação dos Críticos: 8,6/10
  • Avaliação do Público: 4,9/10

Dirigido por Jim Mickle, trata-se de um remake de um filme mexicano. A família de Frank (Bill Sage) já parece muito misteriosa na pequena vila em que vive. Mas, após a morte da mãe, as coisas pioram: o pai exige que as filhas continuem o estranho ritual da família, para manter vivas as tradições. O público não gostou muito, o que pode ter a ver com esse ritual, que não é para fracos de estômago.

3. Hotel da Morte (2011)

11 filmes de terror aclamados pela crítica, mas detestados pelo público

  • Avaliação dos Críticos: 7,9/10
  • Avaliação do Público: 4,2/10

O diretor Ti West não é um novato nos cinemas — foi ele quem dirigiu o ótimo A Casa do Demônio. Mas ele tem o estranho dom de fazer a audiência se dividir quando se trata dos seus filmes, e muito disso pode ter a ver com o ritmo lento no qual a trama se desenrola. Se você ficou curioso, Hotel da Morte acompanha dois funcionários de um hotel investigando se o local é realmente assombrado. O filme foi elogiado por ter atmosfera e personagens bastante realistas, além de trazer uma boa dose de nostalgia dos filmes de terror da década de 70.

4. Ainda Estamos Aqui (2015)

11 filmes de terror aclamados pela crítica, mas detestados pelo público

  • Avaliação dos Críticos: 9,5/10
  • Avaliação do Público: 4,8/10

O filme de estreia do diretor Ted Geoghegan não parece tão inovador à primeira vista: traz um casal que, após perder o filho, decide se mudar para uma cidadezinha para lidar com o luto e acaba se instalando em uma mansão assombrada. Mas a direção de Geoghegan e a performance dos atores — em especial, Barbara Crampton — fizeram com o que o longa se destacasse. Alguns críticos apontam que ele lembra os clássicos de terror italiano, como os de Lucio Fulci. Mas atenção: foi justamente esse humor meio antiguinho, com um toque quase cômico, que pode ter entediado a audiência.

5. Ao Cair da Noite (2017)

11 filmes de terror aclamados pela crítica, mas detestados pelo público

  • Avaliação dos Críticos: 8,8/10
  • Avaliação do Público: 4,4/10

O diretor Trey Edward Shults traz um mundo pós-apocalíptico para seu protagonista, interpretado por Joel Egerton (Operação Red Sparrow). Em uma trama pesada e dramática, duas famílias precisam conviver em uma casa, enquanto lutam por sobrevivência. Mas se você espera fantasmas ou algum tipo de monstro — uma tradução mais literal do título seria "isso vem à noite" —, pode se decepcionar.

6. Splice — A Nova Espécie (2009)

11 filmes de terror aclamados pela crítica, mas detestados pelo público

  • Avaliação dos Críticos: 7,5/10
  • Avaliação do Público: 3,7/10

Em seu Frankenstein contemporâneo, o diretor Vincenzo Natali tenta criar um filme instigante de experimentos científicos — e este acaba só sendo uma experiência ousada. Talvez até ousada demais. Ao apresentar dois cientistas remodelando DNA animais e humanos, o resultado não é tão assustador quanto o esperado, e muitas pessoas acharam que a ideia é mais interessante do que o desenvolvimento.

7. Vagina Dentada (2007)

11 filmes de terror aclamados pela crítica, mas detestados pelo público

  • Avaliação dos Críticos: 8/10
  • Avaliação do Público: 4,5/10

O título do longa de Mitchell Lichtenstein dá uma pista do enredo do filme. Uma adolescente celibatária, ao ser abusada, descobre que sua vagina tem dentes e resolve se vingar dos abusadores com suas próprias... armas? É claro que o longa iria causar bastante polarização, mas os críticos argumentam que, para quem prefere obras mais "cult", o terror de Lichtenstein pode intrigar com seu limiar entre o grotesco e o inovador.

8. O Último Exorcismo (2010)

11 filmes de terror aclamados pela crítica, mas detestados pelo público

  • Avaliação dos Críticos: 7,2/10
  • Avaliação do Público: 3,4/10

Dessa lista, O Último Exorcismo tem a pior avaliação dos críticos, mesmo que ainda seja uma boa avaliação. O mesmo não se pode dizer da opinião do público; porém, o motivo não é bem claro. O filme de Daniel Stamm traz uma enredo razoavelmente interessante: um padre falcatrua decide gravar um documentário sobre seus "exorcismos", até que precisa lidar com um demônio real. É possível que as pessoas esperassem mais sustos como no primeiro O Exorcista ou, talvez, tenham se cansado do modelo de falsos documentários.

9. A Bruxa de Blair (1999)

11 filmes de terror aclamados pela crítica, mas detestados pelo público

  • Avaliação dos Críticos: 8,7/10
  • Avaliação do Público: 5,6/10

Esse filme é uma polêmica antiga: há duas décadas, você ama ou odeia. É possível que a polarização tão marcante se deva ao fato de ser um longa muito popular: produzido com um orçamento de menos de US$ 75 mil, a bilheteria chegou a US$ 248 milhões na época. Talvez seja porque muita gente ficou traumatizada por ter sido enganada — o filme simula ser um documentário, mas muitas pessoas acreditaram, na época do lançamento. No fim das contas, não importa o motivo: a questão é que esse já é um clássico do gênero.

10. Willow Creek (2014)

11 filmes de terror aclamados pela crítica, mas detestados pelo público

  • Avaliação dos Críticos: 8,6/10
  • Avaliação do Público: 3,3/10

Dirigido por Bobcat Goldthwait e se passando em Willow Creek, na Califórnia (daí o título), esse obviamente seria um filme que dividiria o público. Especialmente no Brasil: se trata de uma equipe gravando um documentário sobre o Pé Grande. Afinal, não parece um monstro realmente assustador — ele é retratado em poucos filmes que chegam até aqui, como Monstros S.A., então não é realmente algo apavorante. Mas os críticos dizem que existem alguns momentos bastante assustadores e bem-feitos — talvez porque o Pé Grande em si não apareça muito.

11. Mar Aberto (2004)

11 filmes de terror aclamados pela crítica, mas detestados pelo público

  • Avaliação dos Críticos: 7,2/10
  • Avaliação do Público: 3,2/10

O filme do diretor Chris Kentis não é exatamente uma novidade no jeito de se mostrar ataques de tubarão, mas na época era. Hoje temos um bocado de longas que situam os personagens à mercê de tubarões no meio do mar, sem barcos nem nada que os segure, como alguns anos atrás. Então, de certa maneira foi uma inovação (ainda que sutil). Entretanto, a baixa avaliação do público é completamente compreensível: dizendo de uma forma crua, o filme é sobre dois mergulhadores que discutem enquanto flutuam perigosamente.

Este texto foi escrito por Verenna Klein via nexperts.