A TV parece ter redescoberto Stephen King recentemente. Além de séries e filmes inspirados em suas obras ao longo das últimas décadas, foram lançadas adaptações diretas em longas como 1922, Pacto Maldito e Jogo Perigoso, bem como o remake de It: A Coisa, e seriados como Under the Dome e O Nevoeiro, entre tantos outros. Agora, a Freeform anunciou mais um título para se juntar à lista de novidades baseadas nos livros do mestre do terror: Joyland.

Na caneta de Christopher Oscar Peña (Jane the Virgin) e Cyrus Nowrasteh (The Stoning of Soraya M.), a história vai ganhar forma sob a produção também assinada por ambos e com produção-executiva de Bill Haber, da Ostar Productions.

"Estamos honrados por trabalhar com Stephen King – um mestre contador de histórias que entende a importância de contos culturalmente incorporados que ressoam com o público em um nível profundamente pessoal”, disse Karey Burke, vice-presidente executivo de Programação e Desenvolvimento da Freeform. "Estamos ansiosos para ver Joyland fazendo parte das ofertas da Freeform e assombrando nossos espectadores como apenas Stephen consegue", completou.

Só poderia mesmo ter saído da mente perturbada do escritor a história contada no livro. Nele, o protagonista é Devin Jones, um jovem de 15 anos que consegue um trabalho de verão em um parque de diversões localizado em uma cidade turística no estado de Carolina do Norte, Joyland.

Lá, esperando superar ou esquecer seus próprios sofrimentos, depois de uma desilusão amorosa, ele encontra um passatempo sombrio. Devin é apresentado à história da jovem Linda Grey, que anos antes foi assassinada no parque; o criminoso que a matou nunca foi identificado. Com a ajuda de um menino com uma doença em fase terminal, mas que tem algumas habilidades peculiares, Devin começa sua própria investigação a respeito da morte de Linda – cujo espírito, dizem, continua vagando por Joyland.

Um prato-cheio para os fãs de suspense e terror com aquele toque de mistério sobrenatural e crianças superdotadas que só o mestre King consegue criar. O que você achou da novidade?

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.