Para a tristeza dos fãs de Orange Is The New Black, foi anunciado que a próxima temporada será a última. Mas há uma luz no fim do túnel: os produtores da Lionsgate estão cogitando algum tipo de continuação para a série.

Mesmo após seis — em breve sete — temporadas, Orange Is The New Black continua sendo um dos títulos mais assistidos da Netflix. Criada por Jenji Kohan com base no livro biográfico de Piper Kerman, a série trouxe estrelas como Taylor Schilling, Laura Prepon, Uzo Aduba e Danielle Brooks narrando tristezas e alegrias de detentas de Litchfield. Os episódios foram produzidos para a Netflix pela Lionsgate, e o presidente Kevin Beggs garante que estão orgulhosos e satisfeitos com a narrativa.

"Nós estamos realmente orgulhosos da longa caminhada que Orange Is The New Black teve. Ela se mantém um dos programas mais assistidos da Netflix. Estamos terminando em um ponto alto. Lembrem-se que somos donos da série e vamos continuar distribuindo-a nos próximos anos. Já estamos tendo discussões e, quando for a hora certa, falaremos mais aprofundadamente com Jenji sobre uma sequência em potencial."

Jenji Kohan, no momento, está sob um contrato de vários anos com a plataforma de streaming. Ela chegou até a brincar quando a Netflix anunciou o fim da série: "depois de sete temporadas, é hora de sair da prisão."

A produtora executiva Tara Herrmann também falou sobre o futuro. Ela conta que, depois da sexta temporada, a equipe começou a discutir ideias para um potencial spin-off. Dentre as possibilidades: um musical na Broadway ou então seguir os casais Larry Bloom (Jason Biggs) e Polly Harper (Maria Dizzia) — ou, quem sabe, Cal e Carol Chapman (Deborah Rush).

Apesar disso, Herrmann questiona se um spin-off seria de fato uma boa ideia. Para ela, falar em expandir o universo de Orange Is The New Black agora, antes do fim da série, poderia roubar o foco. "Nós queremos que as pessoas prestem atenção no que estamos fazendo no momento, não em um número musical com Piper e Alex. Mas isso poderia acontecer no futuro — quem sabe?"

De fato, não seria nada surpreendente um spin-off, uma vez que cada vez mais produtoras têm pensado nisso como uma estratégia de manter uma audiência cativa. É o caso de Better Call Saul, Fear the Walking Dead, The Originals e The Good Fight — até mesmo a gigante Game of Thrones está encomendando sua produção derivada. Mas se — e como — Orange Is The New Black fará isso é uma questão para o futuro.

A sétima e última temporada de Orange Is The New Black tem estreia marcada para 2019.

Este texto foi escrito por Verenna Klein via nexperts.