Atenção! Este texto contém SPOILERS do episódio 7x10 de Arrow, exibido pela CW no dia 21 de janeiro na TV americana. Só prossiga se quiser saber detalhes da trama.

Oliver e Felicity agora sabem o que nós já sabíamos: Emiko é filha de Robert Queen. O episódio 10 da 7ª temporada de Arrow esclareceu a origem da “nova arqueira verde” e explicou o motivo dela ter começa a agir somente agora.

Oliver descobre que tem outra irmã

Anos antes de morrer, Robert tinha uma segunda família, a quem enviava dinheiro periodicamente. Ele chegou a escrever uma carta para seu amigo, Walter Steele, pedindo que, se algo acontecesse com ele, a mulher que amava e sua filha fossem bem cuidadas. Mas a carta foi interceptada pela mãe de Oliver e escondida em meio a um monte de papeis perdidos.

Resumidamente, Robert era um cafajeste e o rancor de Moira Queen fez com que Emiko e sua mãe ficassem desamparadas. Ao menos é essa a conclusão que Oliver e Felicity chegam. Como o casal descobre tudo isso? A partir de uma amostra de sangue deixada no local do último ataque da arqueira.

Nos segundos finais do episódio, Oliver encontra Emiko no túmulo de seu pai e tenta fazer contato. Mas não chegamos a ver a reação da garota (ainda).

Emiko e Rene trabalham juntos

É o fato de estar ferida que faz com que Emiko aceite a ajude de Rene e, depois, de Curtis – ainda que afirme somente trabalhar sozinha. A jovem explica que sua mãe foi assassinada no ano anterior por um homem chamado Glenmorgan, de quem ela pretende se vingar, assim como de todos aqueles que supostamente deveriam proteger as pessoas, mas não conseguem.

No entanto, quanto ela consegue chegar até o homem, descobre que ele não estava no país no momento do assassinato. Ou seja, alguém tentou despistá-la, a questão agora é quem e por quê?

Em outros acontecimentos... (ou No Futuro...)

A Zoe adulta conta a seu pai – agora o prefeito do Glades – sobre os planos para explodir Star City e a morte de Felicity. Ela pede acesso ao sistema de vigilância que livrou o Glades do crime para achar o responsável pelas bombas, mas ele se recusa a ajudar Star City.

Dinah então tenta convencer Rene, inicialmente lembrando-o da tatuagem da “Marca dos VI” que ele também carrega e que serve como uma lembrança de sempre continuar sendo um herói. Ainda assim, ele só entrega os códigos de acesso quando ela usa a força.

Mais tarde, Rene confronta uma espécie de assessor/doador seu sobre as bombas e Felicity. Ao que tudo indica, o homem está envolvido nos crimes... e Rene não demonstra ter nenhum problema com isso.

Obs: Diggle passa por cima da autoridade de Lyla e faz um acordo com Diaz para reestabelecer a “Iniciativa Fantasma”, leia-se: o Esquadrão Suicida Parte II. Mais sobre essa história paralela, somente no episódio 11 da semana que vem.

O próximo episódio de Arrow vai ao ar no dia 28 de janeiro pelo canal CW nos Estados Unidos.

Mais notícias sobre Arrow: