O caso do suposto ataque racista/homofóbico contra Jussie Smollett, estrela da série Empire, continua a ter novos desdobramentos.

Na madrugada desta quinta-feira (21), o porta-voz da polícia de Chicago, Anthony Guglielmi, disse em um comunicado oficial que foram prestadas queixas de “Conduta Desordeira/Apresentação de Falso Testemunho em Inquérito Policial” contra Jussie Smollett, que foi preso e já está em custódia da Justiça aguardando sua audiência de fiança.

Na noite de quarta-feira (20), o cantor e ator já havia sido classificado como um suspeito na investigação criminal do suposto ataque. Caso seja considerado culpado, ele pode cumprir de 1 a 3 anos de prisão.

Relembrando o caso

No dia 29 de janeiro, Jussie Smollett foi socorrido em um hospital na cidade de Chicago com ferimentos correspondentes aos de um espancamento. Ele disse à polícia que teria sido atacado por dois homens gritando insultos raciais e homofóbicos enquanto deixava um restaurante tarde da noite. A dupla teria espancado o ator – que é abertamente gay –, além de “derramado uma substância química desconhecida nele” (que agora se sabe ser alvejante) e colocado uma corda em torno de seu pescoço antes de fugir.

No entanto, foi descoberto que os dois principais suspeitos, Olabinjo e Abimbola Osundairo, eram conhecidos de Jussie Smollett. Ambos teriam sido figurantes em Empire, além de um deles ter sido personal trainer do ator. Novas evidências sugerem que Smolett e os irmãos trocaram ligações antes do crime, e se desconfia que o ataque tenha sido orquestrado pela própria vítima.

Repercussões

Os advogados do ator publicaram seu próprio comunicado à imprensa, dizendo que “Como qualquer outro cidadão, o Sr. Smollett desfruta da presunção de inocência, particularmente quando há uma investigação como essa em que informações, tanto verdadeiras quanto falsas, têm sido repetidamente vazadas. Dadas essas circunstâncias, pretendemos conduzir uma investigação completa e montar uma defesa agressiva”.

Apesar de cenas com Jussie Smollett já estarem sendo reduzidas ou completamente retiradas dos episódios seguintes de Empire, atualmente em produção, a FOX e os produtores da série continuam afirmando que não pretendem cortar o personagem Jamal Lyon da trama.

Entenda melhor: