Em tempos de #MeToo e dos escândalos sexuais em Hollywood, o documentário Deixando Neverland (Leaving Neverland) apresenta dois jovens que teriam sido abusados sexualmente por Michael Jackson entre 1980 e 1990.

Wade Robson e James Safechuck, hoje com 36 e 41 anos respectivamente, relatam que MJ teria transformado brincadeiras em abuso quando tinham entre 7 e 14 anos.

O filme de Dan Reed estreou em janeiro no Festival de Sundance e será exibido na HBO Brasil em duas partes no próximo fim de semana: no sábado (16) e no domingo (17), às 20h.

Confira o que aconteceu desde a estreia do documentário:

Queda na venda de músicas e streaming

Segundo a Billboard, depois do lançamento de Leaving Neverland na TV americana, em 3 de março, a venda de álbuns do astro caiu 39%, além da queda nos streamings e na compra de músicas, incluindo a era do Jackson 5.

Os Simpsons retiraram episódio com o cantor

O episódio "Stark Raving Dad", de 1991, contou com a voz de Michael Jackson sem créditos, mas ele confirmou anos depois. Apesar disso, a animação retirou o capítulo de exibição nos EUA dias após o documentário ser exibido na TV.

Homer e o personagem dublado por Michael no desenho. (Foto: FOX)

Grande defensor de Michael mudou de opinião

O ator Corey Feldman (Goonies, Gremlins) era um dos maiores defensores do Rei do Pop, mas declarou que "não podia mais defendê-lo" depois de ver o filme.

Rádios pararam de tocar MJ

Estações de rádio no Canadá e na Nova Zelândia anunciaram que deixarão de reproduzir as músicas de Michael Jackson. O diretor de conteúdo na rádio neozelandesa, Leon Wratt, disse que "com algo tão controverso quanto o que documentário seria, com certeza iremos pelo lado da cautela aqui".

Propagandas pró-Michael surgiram em Londres. (Foto: GoFundMe)

Ônibus de Londres andaram com propagandas defendendo Michael

Defensores do cantor providenciaram dois anúncios em ônibus de Londres, na Inglaterra. Uma das propagandas tem a foto de Jackson com o termo "innocent" ("inocente", em inglês) sobre a boca, além de "Facts Don't Lie. People Do." (“Fatos Não Mentem. Pessoas sim."). A outra publicidade traz parte do rosto do astro com a hashtag #MJINNOCENT.

Show do cantor chegou ao YouTube na estreia do documentário

Vinte minutos após Leaving Neverland ir ao ar na HBO norte-americana, responsáveis pelo acervo de MJ liberaram o concerto Live in Bucharest (The Dangerous Tour) no YouTube. O vídeo soou como uma tentativa de distrair e confundir espectadores ao buscarem pelo filme.

Musical sobre Michael cancelou suas apresentações

O musical Don't Stop 'Til You Get Enough cancelou seus shows-teste, alegando problemas de agenda e nada ligado ao documentário. A previsão de chegada à Broadway era entre junho e setembro de 2020.

Cartaz do musical prometia apresentações em Chicago, mas foram canceladas. (Foto: Reprodução)

Representantes de Jackson processaram a HBO

A HBO não recuou e foi processada pelos representantes do cantor por um acordo de não depreciação. A cláusula estaria no contrato da emissora para exibir o show de Bucareste em 1992 – o mesmo publicado no YouTube.

Página de Leaving Neverland no IMDb foi hackeada

A ficha do documentário no site IMDb foi hackeada por várias horas em apoio a Jackson. Aparentemente, o ataque estava ligado à campanha organizada para desacreditar o filme.

Drake retira faixa com MJ de shows

Drake não performa mais sua parceria com MJ em seus shows. (Foto: John Salangsang)

O rapper excluiu "Don't Matter To Me" de seu setlist, que tem vocais de Michael de 1983. Drake voltou aos palcos em março, mas a última vez em que tocou a faixa ao vivo foi em novembro de 2018.

Lakers substituem canção de MJ em jogos

O time de basquete removeu "Beat It" de sua air band cam, um momento dos jogos. A substituta é a canção "Johnny B. Goode", de Nirvana e Chuck Berry – cantor que, em 1959, foi declarado culpado por cruzar a fronteira estadual com uma jovem de 14 anos visando a “propósitos imorais".

Surge vídeo de LaToya acusando os abusos do irmão

Uma entrevista da cantora LaToya Jackson, irmã de Michael, à MTV americana em 1993, voltou aos holofotes. No vídeo, ela confirma as práticas pedófilas do irmão. Em 2011, LaToya disse ter mentido sobre as acusações.

BBC fará outro documentário sobre Michael Jackson

Michael Jackson: The Rise and Fall (Michael Jackson: Ascensão e Queda, em tradução livre) estreará ainda neste ano no Reino Unido e não focará só nas polêmicas; também mostrará a vida e a obra do artista.

Este texto foi escrito por Caíque Pereira via nexperts.


DEIXANDO NEVERLAND
(LEAVING NEVERLAND) é dividido em duas partes: a primeira vai ao ar no sábado, 16 de março, às 20h, e a parte final no dia seguinte, domingo, 17, também às 20h, no canal HBO e na HBO GO.