Segundo informações do periódico Economic Times, a Netflix estaria testando um plano de streaming de filmes e séries exclusivo para usuários de smartphones e tablets por um preço bastante atraente na Índia. Ao que parece, apenas alguns usuários teriam acesso a novidade no momento e estariam pagando somente 250 rúpias por mês, o equivalente a R$ 13,81 na cotação de hoje.

Os assinantes desse plano poderiam assistir aos vídeos disponíveis no catálogo da empresa em resolução SD, com apenas uma tela de smartphone ou tablet liberada por vez. Não há notícia de nenhum tipo de redução do catálogo para esses assinantes desse suposto plano.

É interessante destacar que, apesar do baixo preço, os concorrentes da Netflix praticam valores ainda mais baixos. A própria Amazon oferece o Prime Video por 129 rúpias (R$ 7,12) adicionais na assinatura que os clientes já pagam pelo Amazon Prime comum.

Netflix testa plano de streaming para celular ou tablet por R$ 13

Existem também outros serviços locais não atrelados a algo como o Prime da Amazon que cobram menos de 200 rúpias por mês. Por fim, temos o YouTube — imensamente popular na Índia —, que é gratuito para quem prefere assistir anúncios. Talvez por lá não existam uma Betina milionária.

Planos baratos

Desde o fim do ano passado, a Netflix revelou estar interessada em comercializar planos mais baratos em alguns países como a Malásia. Como a Índia é o segundo maior país do mundo em população, a empresa de streaming enxerga grande potencial de receita por lá.

Apesar disso, a Netflix normalmente faz muitos tipos de testes com seus usuários, mas boa parte dessas novidades acaba desaparecendo sem nunca ser inserida no serviço tradicional.

Dessa forma, não há garantia de implementação, e não sabemos se a empresa pretende um dia levar planos mobile mais baratos para outras regiões, como o Brasil. Nosso país é o terceiro maior mercado da empresa em número de assinantes.

A matéria "Netflix testa plano de streaming exclusivo para celular ou tablet por R$ 13" foi escrita por Leonardo Mûller para o TecMundo, um site da empresa NZN assim como o Minha Série.