Atenção! O texto a seguir discute os acontecimentos do episódio 6x12 “Bastien Moreau: Conclusion” de The Blacklist, exibido nessa última sexta-feira (22) no Estados Unidos. A matéria contém spoilers sobre a trama e é recomendada a leitores que já assistiram ao episódio.

Após ter sido preso – e traído por uma pessoa próxima (no caso, Liz) – na última season finale, Raymond Reddington passou a primeira parte desta 6ª temporada de The Blacklist tentando manter seu acordo de imunidade junto à Força-Tarefa e escapar da condenação judicial (e a prevista pena de morte).

Por alguns episódios, acompanhamos Red em uma situação inédita, atrás das grades e sem seus vastos recursos e aliados, mas que possibilitou uma nova direção para a trama: com Liz em vantagem tentando descobrir a verdadeira identidade do impostor, enquanto Reddington lutava no tribunal (e na cadeia) para sobreviver.

Os deliciosos discursos de Reddington no tribunal deixarão saudades.

O episódio 6x12 de The Blacklist, “Bastien Moreau: Conclusion”, encerra esse arco narrativo da série, com a revelação do plano de Red em entregar provas de uma conspiração interna no governo para atacar os Estados Unidos e, assim, conseguir um novo acordo para evitar a pena de morte.

O plano de Red e a conspiração no governo

A narrativa revela como os últimos casos entregues por Reddington ao FBI estavam conectados com a investigação dessa conspiração (e na coleta de provas que o criminoso precisava), indo desde o atentado fracassado de Moreau ao prédio da ONU até os mais recentes blacklisters, como General Shiro e o Cryptobanker.

O criminoso certamente não esperava depender de uma ligação do presidente nos últimos segundos antes da injeção letal, mas Raymond Reddington (ou, o impostor que se passa por ele) ganha 48 horas para entregar Bastien Moreau, o homem responsável pela morte de Ava Ziegler.

Com Red “solto” para resolver a missão junto com a Força-Tarefa, descobrimos que Moreau é um nacionalista alemão que foi contratado, porém enganado, por Anna McMahan, do Departamento de Justiça; que faz parte da conspiração dentro do governo ao lado do próprio presidente!

Anna McMahan é a traidora da nação e a nova inimiga da Força-Tarefa e de Reddington.

Moreau acredita que está cometendo os assinantes em prol de sua agenda nacionalista, mas descobre, ao fazer uma visita a Reddington, que foi iludido por McMahan. A discussão entre os dois inimigos envolve um dossiê comprometedor com detalhes do plano contra os Estados Unidos. Moreau obteve o disco, por ordens de McMahan, mas Red entrega a senha que ele precisa para acessar os dados.

A conversa com Moreau confirma as suspeitas de Reddington sobre a conspiração dentro do governo – apontando diretamente para Anna McMahan, que o localizou pela tornozeleira eletrônica. O blacklister é finalmente capturado pela Força-Tarefa, após tentar intimidar McMahan em sua casa. Porém, antes que possa revelar o que sabe, Moreau é almejado por um dos aliados na conspiração.

Mesmo com Bastien Moreau morto, Red consegue um novo acordo de imunidade e volta a trabalhar para a Força-Tarefa – mas com custos altos para Cooper, que passa a ter a supervisão atenta e perigosa de Anna McMahan.

Ganchos para os próximos episódios

Com a conclusão do arco narrativo com Red na prisão, uma nova etapa começa em The Blacklist, trazendo mais perguntas e abrindo possibilidades para a história.

Você também está sentindo uma aproximação entre Liz e Ressler?

Liz, por exemplo, demonstrou claramente sua afeição pelo impostor diante da pena de morte, e parece não querer confrontá-lo, no momento, sobre sua verdadeira identidade (e ainda espera que Ressler faça o mesmo); mas como será agora sua dinâmica com o homem que diz ser Raymond Reddington?

A verdade sobre o impostor, no entanto, virá à tona eventualmente (lembrando que The Blacklist está renovada para a 7ª temporada), mas Red deverá manter sua farsa viva por mais algum tempo.

Samar, por sua vez, decide abandonar a Força-Tarefa após perceber como os sintomas da afasia estão afetando seu trabalho em campo. Aqui, vale destacar a excelente atuação de Mozhan Marnò no papel, e a torcida para que sua personagem não seja eliminada da trama.

Samar deixa a Força-Tarefa, mas esperamos ver mais de Mozhan Marnò em The Blacklist.

Por fim, a Força-Tarefa percebe o desafio que tem pela frente para desvendar e comprovar a conspiração dentro do governo, tendo como suspeitos os seus superiores imediatos (que vão fazer de tudo para impedir suas missões, é claro).

A equipe estará sob pressão, com uma integrante a menos, e nas mãos de uma traidora da nação, mas pelo menos o notório criminoso Raymond Reddington vive mais um dia – e volta a liderar a lista dos mais procurados da América.

E você, o que achando desta 6ª temporada de The Blacklist? Comente abaixo.