Com a transmissão do final de Game of Thrones na noite deste domingo, 19 de maio, pela HBO, os atores da série foram às redes sociais para se despedirem de seus personagens através de recados de muita gratidão.

Emilia Clarke, a Daenerys Targaryen, publicou no Instagram uma coleção de fotos, e escreveu: "Game of Thrones me moldou como mulher, como atriz e como ser humano. Eu só queria que meu querido pai estivesse aqui agora para ver até onde voamos. Mas para vocês, queridos e mágicos fãs, eu devo tanta gratidão, pelo seu olhar firme sobre o que fizemos e o que fiz com uma personagem que já estava nos corações de muitos antes de eu assumir sua cabeleira platinada".

A atriz Sophie Turner dedicou a homenagem à sua personagem Sansa Stark: “Obrigada por me ensinar resiliência, bravura e verdadeira força. Obrigada por me ensinar a ser gentil e paciente e a conduzir com amor. Eu cresci com você. Eu me apaixonei por você aos 13 anos e agora, 10 anos depois, aos 23 anos, deixo você para trás, mas nunca deixarei para trás o que você me ensinou”.

John Bradley-West, que interpretou Sam Tarly, compartilhou uma foto com o cronograma do início de gravação da série – um documento que guarda muitas lembranças para o ator.

Críticas contra a petição de “remake” da 8ª temporada

Na última semana, os atores de Game of Thrones também foram questionados sobra a petição online – com mais de 1 milhão de assinaturas – exigindo que a HBO refaça a 8ª temporada da série “com melhores escritores”, especialmente após a virada de Daenerys no episódio 8x05.

O ator Jacob Anderson, que deu vida ao Verme Cinzento, criticou a petição durante uma entrevista ao Good Morning America. “Eu acho grosseiro”, disse Anderson. “Obviamente, a série é muito importante para os fãs, e eles carregam o programa no coração; significa algo para eles”, mas o ator lembrou o trabalho duro da equipe para realizar a série. “A nossa equipe em particular era o grupo de pessoas que trabalhava mais pesado entre todas que já conheci ou que já tive o prazer de trabalhar, e acho que (a petição) banaliza o trabalho deles de certa maneira, e acho isso um pouco triste”, falou o Verme Cinzento.

Isaac Hempstead-Wright, o Bran Stark, foi mais duro: “É simplesmente um absurdo. Eu não consigo nem entender. É ridículo. É ridículo que as pessoas pensem que podem simplesmente exigir um final diferente porque não gostaram”, falou ao The Hollywood Reporter.

E você, qual é o seu sentimento com o final de Game of Thrones?

Mais sobre Game of Thrones: