Atenção! Este texto contém spoilers do 4º episódio da 8ª temporada de Arrow.

No 4º episódio do último ano de Arrow, além de encontros entre personagens queridos pelo público, o capítulo trouxe bastantes elementos de temporadas passadas. A confusão começa quando a equipe do futuro decide mentir sobre os acontecimentos e alguns personagens.

Oliver fica impressionado ao ver os filhos Mia e William, que têm reações diferentes sobre a reunião. O rapaz fica sem acreditar que está encontrando o pai pela primeira vez, mas Mia mantém certa distância. Dinah e Rene ficam surpresos ao saber da existência de William e que Oliver e Felicity tiveram um segundo filho.

Mia recebe Oliver com frieza

(Fonte: Armadura Nerd/Reprodução)
(Fonte: Armadura Nerd/Reprodução)

Oliver demonstra sua tristeza ao descobrir que Mia e William não foram criados juntos. Ele presumia que os filhos cresceriam no mesmo ambiente e seriam próximos, mas não foi exatamente isso que aconteceu. Apesar disso, pai e filho aproveitam a oportunidade para se aproximarem, momento em que os dois saem juntos e conversam bastante sobre os acontecimentos. O arqueiro se mostra feliz por perceber que William finalmente se sente confortável ao seu lado, apesar de ter esperado tanto tempo desde seu desaparecimento. O filho assume ser gay e desaconselha o pai a ligar para Felicity.

Mia, no entanto, não demonstra nenhum tipo de carinho por Oliver, agindo com frieza e distanciamento. Apesar de o pai não impedir que a jovem seja vigilante, ele teme a impulsividade no plano de matar Grant, causando mais atrito na relação dos dois. Ao fim do episódio, ela acaba reconhecendo os esforços dele ao tentar ser um bom pai.

Futuro decepcionante para a equipe

A equipe do futuro mantém certo segredo sobre JJ ter se tornado ruim e sobre ele ter matado Zoe, filha de Rene, como Deathstroke. No entanto, acabam abrindo o jogo e contando o estado de Star City em 2040. Connor explica que Grant conseguiu se transformar em uma figura popular no futuro, e como isso atraiu JJ para seu lado, colocando-o na posição de sucessor. René é um político corrupto. Laurel simplesmente os aconselha a viverem o agora, modificando o futuro a partir das atitudes do presente. Connor pede desculpas e se sente culpado pelas ações de JJ.

Laurel precisa decidir se trai para recuperar a Terra-2

(Fonte: Sergei Bachlakov/The CW)
(Fonte: Sergei Bachlakov/The CW)

Sofrendo com a perda da Terra-2, Laurel está em busca de qualquer alternativa para restaurar seu lugar de nascimento. No entanto, a ajuda vem de onde ela menos espera e com uma proposta pouco confiável. Monitor surge oferecendo a restauração de seu mundo com uma oferta arriscada. "A recuperação do seu universo exigirá uma única tarefa: você deve trair Oliver Queen". Laurel demonstra certo desconforto e desconfiança e lembra que Oliver foi procurar respostas a respeito do Monitor, para saber se a equipe poderia confiar nele.

Outros acontecimentos marcantes

  • Dinah e Laurel decidem trabalhar na construção da rede Canárias a partir de 2040.
  • Laurel convence Mia a não matar Grant.
  • Rene e Diggle discutem sobre o destino dos dois filhos.
  • Connor pede desculpas a Diggle.
  • Dinah e Laurel encontram uma bomba.

Este texto foi escrito por Flávio Motta Coutinho via nexperts.