Fazendo seu retorno com a segunda temporada em 2020, Manifest continua contando a história do voo 828 e os mistérios em torno dos passageiros, que foram dados como mortos após cinco anos desde a decolagem, enquanto a sensação era que haviam se passado apenas três horas.

O ponto central é entender o que causa essa discrepância nas realidades do céu e da terra.

(Fonte: Peter Kramer/NBC/Reprodução)
(Fonte: Peter Kramer/NBC/Reprodução)

Manifest 2x06

Em “Return Trip”, novo episódio de Manifest, é mostrado Zeke (Matt Long) no avião, mesmo que ele não seja um passageiro do voo 828. Em seguida, Saanvi (Paryeen Kaur), Ben (Josh Dallas) e Michaela (Melissa Roxburgh) têm um Chamado que os transporta para o avião que, supostamente, resultou em suas mortes.

O avião está no chão, coberto por cinzas, mostrando uma imagem de destruição. “Foi isso que aconteceu com a gente?”, Michaela pergunta. O trio acaba percebendo que algumas pessoas estão definitivamente mortas em seus assentos, como Finn (Rafi Silver), enquanto outras não.

O mais surpreendente de tudo, na verdade, acaba sendo a visão de Adrian (Jared Grimes) parado do lado de fora do avião. Qual o papel dele no meio de toda essa situação?

Jeff Rake, produtor executivo de Manifest, afirmou que, conforme a história em torno do voo 828 for se resolvendo, a produção irá para um caminho cada vez mais obscuro. E é exatamente essa ideia que os eventos recentes da série transmitem.

Texto escrito por Flávio Motta Coutinho via Nexperts.