A atual temporada de Grey's Anatomy terá alguns episódios a menos do que a ABC havia divulgado. Estavam previstos 24 ou 25 episódios, mas a pausa nas gravações devido à pandemia vai reduzir a temporada e a nova season finale será o nº 21, que vai ao ar no dia 09 de abril nos Estados Unidos.

O resultado desse encerramento precoce será que, possivelmente, vários arcos ficarão em aberto. A começar por Richard, que, no episódio 19, passa por uma situação constrangedora durante uma convenção de médicos e acaba hospitalizado.

Richard tem que sair escoltado da convenção (Fonte: ABC/Divulgação) 
Richard tem que sair escoltado da convenção

Além do cirurgião, outros personagens de Grey's Anatomy vivem momentos não tão bons e que, certamente, não serão resolvidos em apenas dois episódios.

Embora a bagunça em torno da gravidez de Amelia pareça ter sido finalmente esclarecida, há o fato de que ela deve ter o filho em breve. Além disso, Teddy está perdida em sua vida amorosa, o que afeta diretamente Hunt, Tom e a própria Amelia.

DeLuca, por sua vez, passa por uma fase difícil depois de ter surtado em um caso desafiador. No episódio 18, ele perdeu de vez sua credibilidade a ponto de ninguém acreditar quando o médico sugeriu que uma jovem paciente era uma possível vítima de tráfico humano.

Será que o DeLuca sai dessa? (Fonte: ABC/Divulgação) 
Será que o DeLuca sai dessa?

Além disso, há a evidente tensão entre Meredith e o Dr. Hayes, o pediatra enviado por Yang de presente para a amiga. Por fim, o grande elefante branco da temporada permanece minimizado: a saída de Alex Karev.

A produção já confirmou que não vai retomar as gravações depois que a pandemia passar, então, o roteiro vai ter que se resolver com o que tem pronto. Será que vai dar certo?

Texto escrito por Luciane Leopoldo Belin via Nexperts.