Em um tweet direto e sinistro, a Netflix anunciou na tarde de ontem (19) a disponibilização das três temporadas de uma das séries de terror mais amadas: Hannibal, criada e roteirizada de 2013 a 2015 por Bryan Fuller, também responsável por Deuses Americanos e Startrek: Discovery .

O seriado, descrito no tweet pela plataforma de streaming como "bloody brillant" (brilhante e ao mesmo tempo sangrenta), foi um dos cancelamentos mais frustrantes para os fãs de terror.

Chamado de "A Ira do Cordeiro", a season finale terminou com um cliffhanger dos protagonistas Hannibal Lecter (Mads Mikkelsen) e Will Graham (Hugh Dancy, o Caleb Garlin de The Good Fight, e John Zabel de Homeland - Segurança Nacional). 

A série trazia uma constelação de atores e atrizes coadjuvantes, como Caroline Dhavernas (protagonista de Mary Kills People), Laurence Fishburne (o Pops de Black-ish), Scott Thompson, Aaron Abrams (o Weitz de Ponto Cego), Gillian Anderson (que faz a Margaret Thatcher em The Crown) e Hettienne Park (a Tamika Collins de The Outisider).

Só por essa amostra já dá para entender que a série não poderia ser outra coisa do que um estrondoso sucesso. Isso sem contar com a cinematografia belíssima de James Hawkinson, que criou uma apetitosa "gastronomia canibal", capaz de dar inveja ao mais exigente food-designer.

Apesar dos altos scores (o programa obteve a classificação geral de 92% no site Rotten Tomatoes), a NBC optou pelo cancelamento na 3ª temporada. 

Com a reexibição dos episódios, haverá uma chance de retorno da série?

Texto escrito por Jorge Marin via Nexperts.