Agora é oficial: o canal Disney+ será lançado no Brasil e na América Latina em novembro de 2020. A informação foi confirmada pelo diretor-executivo da Walt Disney Company Bob Chapek durante um evento online para investidores. A notícia, já especulada em algumas mídias, veio para o delírio de uma multidão de fãs ávidos pelos filmes e pelas animações da Disney para o público jovem, mas também pelas franquias de Star WarsMarvel e Pixar. O serviço de streaming também tem lançamentos originais da Fox adquiridos recentemente, como Os Simpsons.

Com o fechamento dos cinemas desde o início do ano devido à pandemia de covid-19, a Disney tem enviado grande parte de sua produção de filmes diretamente para o Disney Plus. A estratégia parece ter sido acertada, pois, na mesma reunião de investidores, Chapek anunciou que a plataforma já conta com 60 milhões de assinantes, meta prevista para os primeiros 5 anos.

Qual será o preço do Disney+ no Brasil?

Fonte: Disney Plus/Divulgação Disney+/Reprodução

Uma consulta ao app oficial e à sua descrição na Play Store mostra que a assinatura mensal fixa do Disney+ no Brasil poderá ser de R$ 28,99 e haverá uma opção de plano anual com desconto, cujo valor deverá ficar em R$ 289,99. É importante destacar que esses valores são uma conversão da referência em dólar, pois os preços no Brasil ainda não foram oficialmente divulgados.

O serviço nos Estados Unidos custa US$ 6,99 por mês, o que equivale hoje a R$ 37. No Canadá, a assinatura é R$ 35 mensais; no Reino Unido, de R$ 40; e na Europa de cerca de R$ 42 por mês. 

Problemas com a Claro

Em julho, ao saber dos planos do Disney+ para desembarcar no Brasil, a Claro fez uma denúncia de que a plataforma não teria a porcentagem obrigatória de títulos nacionais em seu catálogo como manda a lei, o que poderia barrar a chegada do streaming no país. Porém, ao que tudo indica, o processo não foi para frente ou já foi resolvido. Boas notícias para os fãs da Disney.

Texto escrito por Jorge Marin via Nexperts.